A história por trás do NO OTHER NAME

 

Sabe aquelas histórias que te fazem lembrar que Deus é soberano e tem o melhor mesmo quando não entendemos?
Então… é essa ai! Vale muito a pena ler! E foi retirado daqui!

Imagem

A ideia original em torno de “No Other Name” era criar uma campanha de marketing que desafiasse qualquer nome que se afirma como maior do que o nome de Jesus. Podia se tratar de um nome que está associado com sucesso, riqueza ou fama, ou um nome que fala de fracasso e carências tais como doenças, depressão e pobreza. O nome Dele – de Jesus – é maior.

Quando a nossa destemida pastora de criação, Cassandra Langton, tomou a decisão de chamar o próximo álbum da Hillsong de ‘No Other Name’ (Não Há Outro Nome), eu pensei em uma ideia maluca para a arte do álbum… [uma foto] tomando todos os outdoors da Times Square de Nova Iorque com a frase ‘No Other Name’. A Times Square – um dos locais mais emblemáticos da terra – é um lugar onde tantos nomes gritam pela fama. As marcas mais poderosas, os maiores shows e celebridades famosas, cada nome quer ser o maior! Talvez essa seria a forma mais poderosa para lembrar ao mundo que o nome DELE supera todos eles.

Ter a ideia era uma coisa, mas nós nem sabíamos como poderia ser possível. Para ser honesto, o meu primeiro pensamento, imediatamente após a ideia, foi quanto seria o custo disso e eu presumi na hora que seriam dezenas de milhares de dólares que nós simplesmente não tínhamos em nosso orçamento para o álbum. E, depois de algumas madrugadas gerindo fusos horários [10h de diferença entre Sydney e Nova York], enquanto ligávamos para agências de publicidade em Nova York, não parecia que iríamos conseguir.

Mas a oração sempre abre portas.

Pela graça de Deus, conseguimos um negócio incrível com uma agência de publicidade que poderia nos ceder vários outdoors por alguns minutos e por um custo bem baixo. A exibição foi agendada para depois da meia-noite – definitivamente não é o horário de pico e por isso não teriam muitas pessoas ao redor – mas decidimos dar uma chance.

Depois de voar por 24 horas e passar dois dias planejando com a nossa equipe de criação da Hillsong NYC, o momento chegou – 00:30 na Times Square, faziam 2ºC, os nossos fotógrafos e cinegrafistas estavam prontos, algumas centenas de pessoas reunidas.

E a exibição não aconteceu.

Foi frustrante e confuso. Será que houve uma falha técnica? Devido a hora, que era de manhã bem cedo, nós não podíamos chegar até a agência de publicidade para ver o que tinha acontecido. Tudo o que sabíamos era que o vídeo nunca apareceu. Voltamos ao nosso hotel por volta das 02h00, nos sentindo muito pra baixo por causa dessa situação. Decidimos orar sobre isso e entrarmos em contato com a agência de publicidade no dia seguinte. Tínhamos um palpite de que, conhecendo Deus, Ele sempre tem um plano maior.

Na manhã seguinte eu acordei com um telefonema da agência dizendo que estavam extremamente arrependidos pelo erro. E, para compensar, eles decidiram nos dar 21 outdoors por uma fração do custo que seria normalmente. Além disso, o vídeo ficaria nas telas por uma hora de forma gratuita e que poderíamos escolher qualquer momento que quiséssemos. Qualquer pessoa que trabalha em marketing ou comunicação saberia que o que estavam nos oferecendo por um custo tão baixo era verdadeiramente um milagre.

Então, lá estávamos nós no dia seguinte, quinta-feira, 24 de Abril, às 21:15, observando com admiração (e com as câmeras prontas!) como uma das esquinas da icônica Times Square estava coberta com o nome de Jesus e a frase ‘No Other Name’.

Imagem

Foi um momento que eu nunca vou esquecer. O mais interessante de tudo eram os murmúrios dos espectadores, enquanto conversavam entre si, tentando descobrir que ‘empresa’ estava sendo promovida e por que não havia nenhuma ‘logo’ ligado à ‘marca’ e ao ‘anúncio’. Conectando os diferentes quadros do vídeo, percebiam que a frase “No Other Name” estava se referindo ao nome de Jesus.

Quando menino, eu sempre pensei que Mateus 24:14 era um versículo para ser entendido ao pé da letra e que para Jesus voltar teríamos de compartilhar o evangelho com todo mundo, verbalmente. E, claro, não há nada como compartilhar sobre Jesus em um bate-papo com alguém. Mas hoje, eu penso sobre este versículo um pouco diferente e eu sou inspirado pela forma como a criatividade, fora da caixinha e das declarações potentes – a propaganda para o bem! – pode convidar as pessoas a considerar a verdade de que não existe nenhum outro nome além de Jesus. E eu acho que, na semana passada, talvez um pouco de Mateus 24:14 aconteceu nas telas da Times Square.

Jay Argaet – Diretor de Comunicação da Hillsong Church

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s