Moda Guria | Por Tairine Corina

Olá gurias,

Esse post é mais um capitulo da série sobre modéstia escrita no livro ‘’Mundanismo’’ de C.J Mahaney. Como já disse ele aborda em livros, congressos e até mesmo em blogs e colunas sobre o assunto modéstia, e tem sido benção em nossas vidas, nos mostrando que sim o guarda-roupa feminino tem um padrão bíblico a ser seguido. Aproveitem o post:

“Esta ênfase no coração é evidente em 1 Timóteo 2:9. Note a frase “com modéstia e autocontrole”. Todo vestuário respeitável é resultado de um coração piedoso, onde se originam a modéstia e o autocontrole. Seu guarda-roupa é uma declaração pública de sua motivação pessoal e íntima. E se você se diz piedosa, deveria estar preocupada em cultivar estas virtudes gêmeas: modéstia e autocontrole.

Modéstia significa decência. Significa evitar roupas e adornos que são extravagantes ou sexualmente atrativos. Modéstia é humildade expressa na forma de vestir. É um desejo de servir outros, especialmente os homens, por não promover ou provocar a sensualidade.

Imodéstia, então, é muito mais do que usar uma saia curta ou um decote ousado; é o ato de chamar atenção imprópria para si. É orgulho revelado pelo que você usa.

Autocontrole é, em uma palavra, restrição. Restrição com a finalidade de pureza; restrição com a finalidade de exaltar Deus e não nós mesmos. Juntas, estas atitudes de modéstia e autocontrole deveriam ser características marcantes no modo de vestir da mulher piedosa.

Nos dias de Paulo e Timóteo, modéstia e autocontrole eram termos estranhos para muitas mulheres que andavam pelos mercados, e que são para a maioria das mulheres nos shoppings hoje. E estes conceitos certamente são estranhos para os estilistas modernos, cuja meta com a moda é a provocação sensual.

Mas para mulheres piedosas, modéstia e autocontrole devem estar claramente presentes no coração. A pergunta é: estão claramente presentes no seu?

Tal atitude fará toda a diferença na maneira de vestir de uma mulher, como o pastor John MacArthur observou:

“Como uma mulher discerne a linha muitas vezes tênue entre vestir-se apropriadamente e vestir-se para ser o centro das atenções? A resposta começa na intenção do coração. A mulher deve examinar sua motivação e objetivos no modo como se veste. Sua intenção é mostrar a graça e beleza da feminilidade?…. É revelar um coração humilde e dedicado a adorar a Deus? Ou é chamar atenção a si mesma e exibir sua…beleza? Ou pior, tentar atrair os homens sexualmente? Uma mulher que tem como foco adorar a Deus irá considerar cuidadosamente como se veste, porque seu coração ditará seu guarda-roupa e sua aparência.”

Qualquer conversa sobre modéstia “começa na intenção do coração”. Então considere por um momento, qual é a intenção do seu coração ao comprar roupas? É um coração humilde e de serva que diz como será seu guarda-roupa e sua aparência? Suas compras são inspiradas e governadas por modéstia e controle? Ou o seu vestir é motivado por um desejo pela atenção e aprovação de outros? Seu estilo reflete uma falta de autocontrole?

Há uma ligação inseparável entre seu coração e suas roupas. Suas roupas dizem algo sobre sua atitude. Se elas não expressam um coração que é humilde, que deseja agradar a Deus, que deseja servir os outros, que é modesto, que exercita o autocontrole, então a mudança deve começar no coração.

Pois modéstia é humildade expressa no vestir.

post tai3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s